Pesquisar

Login

Registre-se ou faça o login para receber nossos informativos.



Evolução e reencarnação
Avaliação do Usuário: / 14
PiorMelhor 
Artigos on line - Artigos
Escrito por Victor Rebelo   

“Ninguém poderá ver o Reino de Deus se não nascer de novo” (João, cap.III, v.v. 1 a 12).
Nosso processo de desenvolvimento espiritual ocorre através da reencarnação. E não é somente uma, mas são várias as reencarnações pelas quais o espírito passa ao longo de sua jornada evolutiva. Na Terra e em outros planetas. Claro que também evoluímos durante os períodos que passamos nos planos mais sutis, mas ainda necessitamos da reencarnação no plano físico, denso. Por quê?

Atualmente, entendo que isso ocorra por alguns motivos básicos:

1 – As experiências que a consciência espiritual vive, nos planos mais densos da realidade, oferecem as condições necessárias para o seu desenvolvimento gradativo, quando ainda está nos “estágios iniciais” da evolução.

2 – Por outro lado, estamos extremamente apegados a todas as sensações, prazeres, ligações afetivas e desejos afins a este plano evolutivo, carnal. Isso cria um vínculo que sempre nos atrai de volta ao planeta Terra ou outros locais semelhantes. O problema não é o que este plano existencial oferece, com seus prazeres, ilusões e limitações, mas nosso apego a tudo isso.

3 – Ainda necessitamos de um corpo mais denso. Nossos corpos mais sutis, energéticos, possuem um nível de resposta praticamente automático a todos os nossos processos emocionais. Como somos pessoas muito instáveis e desequilibradas emocionalmente, em boa parte do tempo acabamos gerando um padrão energético também desequilibrado.
O corpo carnal serve como um filtro, que somatiza em tempo muito mais lento nossos desequilíbrios espirituais-energéticos. Isso nos abre uma possibilidade maior de autoconhecimento e reforma íntima.

4 – Muitos espíritos desencarnados, quando entram em determinados processos doentios, acabam ficado em looping, sem solução definida. Explicando melhor: eles ficam presos a um estado de perturbação tão grande que acabam perdendo a capacidade de se relacionar com outras consciências, não percebendo mais a realidade ao seu redor. Se fecham neles mesmos, repetindo e realimentando, com emoções e pensamentos descontrolados, o trauma ou desequilíbrio que estão vivendo. Nos casos mais graves temos os espíritos que assumem uma forma ovoide, totalmente autocentrados de forma desequilibrada.

Uma das formas de interromper este ciclo é direcionar este ser à reencarnação nos planos mais densos. As necessidades inerentes à vida aqui na Terra, além do corpo carnal, que absorverá parte do desequilíbrio energético do espírito, favorecem a recuperação destes seres que se encontram nessa situação.

Todo este processo existe dentro da lei de ação e reação, do karma. O karma (que significa ação) não é necessariamente doloroso. É apenas a resposta às nossas atitudes.
No meu modo de compreender, o processo de aperfeiçoamento ou evolução é infinito, pois temos um potencial divino. E se é divino, não tem limites! Acredito que evoluir é uma condição intrínseca a ser. A cada estágio aperfeiçoado, um novo se desdobra à nossa frente.

É bom lembrar que, à medida que o espírito evolui, passa a viver em mundos superiores. É a lei natural de atração!
Como eu disse, a reencarnação não é um castigo ou punição, onde temos que pagar nossas dívidas, como se Deus fosse um cobrador de impostos. Nós não devemos nada a Deus: devemos sempre a nós mesmos. E é impossível conquistarmos a paz interior sem vivermos no bem, no amor, pois este é o sentimento capaz de dar um direcionamento ordenado, harmonioso, aos nossos pensamentos, energias e ações. É a Lei de Causa e Efeito!

Mas não podemos esperar para nascer de novo apenas quando formos entrar em uma nova encarnação. Precisamos nos conscientizar de que o renascimento deve ser feito já, no presente. A cada dia temos uma nova oportunidade de modificarmos aquilo que nos causa angústia, infelicidade.

Precisamos buscar com toda a sinceridade possível o autoconhecimento, a fim de iluminarmos a sombra que ainda existe em nosso ser. Dessa forma perceberemos que a maioria dos sofrimentos pelos quais passamos são criados por nós mesmos.

Existem várias ferramentas a nosso dispor que nos auxiliam no processo de autoconhecimento. Que nossas experiências sejam aproveitadas com a luz da compreensão e do amor!

 

Faça uma visita!

Caminho Espiritual 42

Carrinho

VirtueMart
O seu Carrinho de compras encontra-se vazio no momento.

Para ouvir