Pesquisar

Login

Registre-se ou faça o login para receber nossos informativos.



Os ETs e a transição planetária
Avaliação do Usuário: / 11
PiorMelhor 
Artigos on line - Artigos
Escrito por Victor Rebelo   

A fase de transição, da qual ouvimos tanto falar, no movimento espírita, já está ocorrendo. Mas ela é gradativa. Claro que uma grande catástrofe natural ou a queda de um ditador nos chama mais a atenção, mas o processo é gradativo, apesar de vermos as mudanças se acentuarem cada vez mais.

Um dos exemplos que costumo dar para mostrar que estamos vivendo uma fase de grande transformação social é a internet. Ela veio para democratizar a comunicação global e, em breve, seu poder será maior do que a TV. Assim como no final da “Era do rádio”, as novas gerações estão muito mais conectadas nas novas mídias e redes sociais do que nos veículos de comunicação tradicionais. Isso significa maior poder de interação e escolhas. A internet é um dos grandes marcos da Nova Era!

As crianças de hoje também parecem estar mais preparadas para acompanhar os novos rumos socioculturais e tecnológicos. Acredito, inclusive, que a evolução espiritual influencia no processo genético. Então, um sistema social que ofereça mais possibilidades para as pessoas permitirá que os espíritos reencarnados desenvolvam mais sua capacidade de fazer escolhas, seu livre-arbítrio. Ao mesmo tempo, as redes sociais começam a abrir as portas para uma aceitação mais fácil de algumas possibilidades paranormais que, antes, pareceriam absurdas. Acredito que esse processo, conforme novas gerações vão surgindo, acaba determinando novos rumos na evolução natural da espécie humana.

Evolução significa transformação. Quando eu olho para a natureza, tenho a impressão de que as forças naturais tendem a buscar um estado de harmonia, ainda que esse estado seja temporário. Mas, enquanto esse estado de ordem relativa não é atingido, vemos, em maior ou menor grau, um certo caos. Vejo isso, também, nos processos sociais. Até que a sociedade atinja determinado estado, passamos por revoluções, protestos... até mesmo revoltas. Mas, para que as transformações necessárias ocorram, é necessário não apenas que os governantes ouçam, reflitam, debatam e se empenhem, de acordo com os mecanismos legais, em atender a esses apelos. Mais do que isso, todos nós precisamos fazer a nossa parte, dentro da nossa esfera de ação.

Cientes disso, não podemos nos limitar a protestos e manifestações populares. É necessário assumirmos de vez, diante da sociedade, um papel proativo, atuante no bem, mais produtivo. É necessário também uma participação marcante, que faça a diferença, para além do nosso círculo habitual de relações.

Como eu disse, precisamos assumir um papel mais ativo na sociedade, sendo enérgicos e decisivos quando for preciso, mas sempre de forma pacífica. Só assim estaremos aptos para uma interação global, massiva com seres de outros planetas. Mas, na minha opinião, para isso não há data marcada. Acredito que esse intercâmbio ostensivo com os extraterrestres ocorrerá, mas gradualmente. Já pensou se os seres extraterrestres aparecessem em massa, de uma hora para outra? As consequências poderiam ser trágicas, com suicídios de famílias inteiras e mesmo de grandes participantes de determinadas denominações religiosas... Mais uma vez volto as minhas esperanças nas futuras gerações, que com certeza estão sendo preparadas para essa nova fase evolutiva. Mas, se não fizermos nossa parte, hoje, a transição será ainda mais lenta e dolorosa... Paz e luz!

 

Faça uma visita!

LiveZilla Live Help

Carrinho

VirtueMart
O seu Carrinho de compras encontra-se vazio no momento.

Para ouvir