Pesquisar

Login

Registre-se ou faça o login para receber nossos informativos.



Mediunidade e responsabilidade
Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 
Artigos on line - Artigos
Escrito por Victor Rebelo   

O mundo espiritual interage constantemente com o plano físico. Os espíritos não são uma realidade distante, à parte, mas, ao contrário, muito mais próxima do que muitos pensam. Conforme a Bíblia, Paulo de Tarso, já naquela época, teria afirmado: “(...) Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta,” – (Hebreus 12:1)

Todos sentimos a influência dos espíritos, em maior ou menor grau, porém, a mediunidade propriamente dita é um fenômeno mais complexo e que depende de outros fatores. É mais do que simplesmente captar o pensamento de algum espírito ou sofrer uma leve influência dele.

Kardec diz: “(...) Pode, pois, dizer-se que todos são, mais ou menos, médiuns. Todavia, usualmente, assim só se qualificam aqueles em quem a faculdade mediúnica se mostra bem caracterizada e se traduz por efeitos patentes, de certa intensidade, o que então depende de uma organização mais ou menos sensitiva. E de notar-se, além disso, que essa faculdade não se revela, da mesma maneira, em todos. Geralmente, os médiuns têm uma aptidão especial para os fenômenos desta, ou daquela ordem, donde resulta que formam tantas variedades, quantas são as espécies de manifestações.” – O Livro dos Médiuns, capítulo XIV.

Portanto, devido à complexidade do fenômeno, requer muito estudo, metódico e aprofundado, e um desenvolvimento equilibrado e com acompanhamento.

Mediunidade não significa, necessariamente, que a pessoa que a possua seja um espírito evoluído. Existem aqueles, médiuns ostensivos ou não, que são bastante sensíveis aos espíritos mais sábios ou equilibrados por viverem em um clima interior mais elevado. É uma conquista pessoal. Mas a grande maioria dos médiuns tem, na mediunidade, uma oportunidade “extra” de evolução e de repararem certos erros cometidos em outras encarnações através da caridade, do auxílio ao próximo.

Independente disso, podemos receber as sugestões dos nossos benfeitores espirituais nos momentos que necessitarmos. Basta que elevemos nossos corações em prece e amor para que a paz resplandeça em nós.

Intercâmbio espiritual com equilíbrio e responsabilidade, sempre!
 

Faça uma visita!

Caminho Espiritual 42

Carrinho

VirtueMart
O seu Carrinho de compras encontra-se vazio no momento.

Para ouvir